domingo, 25 de junho de 2017

A cada dia caí a máscara dos falsos éticos....


Cai a cada dia a mascara dos pretensos éticos, que depois de vários anos se anunciando como gente de bem e defensores da moral, a cada dia mais são denunciados na grande imprensa e pelo ministério público.
Tomemos como exemplo um certo candidato a presidente na eleição passada, que aqui em São Roque foi considerado o candidato da gente decente e de “bem” pasmem mais de 70% do eleitorado caíram nesta armadilha e foram reproduzindo o discurso da grande mídia. Mas vejamos, o playboy mineiro começou destruindo o sistema eleitoral ao pedir recontagem, depois o mesmo "pra encher o saco do PT" questionou a chapa e obrigou um certo ministro a fazer malabarismo para não cassar a chapa e impedir a queda do presidente atual apoiado pelo PMDB e PSDB.
O candidato mineiro em 2014 a presidente foi denunciado diversas vezes na Lava Jato, Odebrecht, Lista de Furnas, JBS, e por aí vai.
Pela Andrade Gutierrez foi denunciado por negociar a fraude na licitação para construção da cidade administrativa.
O pior veio na JBS, quando em diálogos com Joesley ameaçou matar seu primo que foi buscar a propina, para que ele não o delatasse. Mostrou intimidade para pedir a um ministro do Supremo pra ajudar em articulações políticas no Senado Federal.
Os que apoiaram e votaram nestes “falsos éticos” agora se escondem de vergonha, mas o pior que seu ódio e sua maldade vem ajudando a um governo que “rouba” direitos do povo e por isso, a cada dia é mais rejeitado.
O presidente dos falsos éticos, Temer será denunciado pelo Procurador da Republica como chefe da quadrilha, que comanda um governo do PSDB e PMDB.
O pior é que aqueles que apoiaram o presidiário Eduardo Cunha, como Aécio, Serra, Alckmin, Bolsonaro e o pessoal do  MBL, devem estar preocupados pois  ex-presidente da Câmara também deve delatar vários esquemas e talvez fale sobre a montagem do impeachment e o financiamento destes grupos de direita.
Tudo isto, por causa da delação de Lucio Funaro, que em sua delação teria contado sobre uma conta no exterior de Temer e outas duas de Eduardo Cunha.Além de também preocupar o mercado financero, pois movimentou mais de R$ 1 bilhão.
E o governo paulista do alckmin e companhia ter´sua administração devassada pelo Ministério Público que abriu 39 processos de investigação contra as denuncias da Odebrecht
Em nossa cidade outro que se dizia arauto da ética, teve suas contas rejeitadas três vezes pelo Tribunal de contas e acaba de ter seus bens bloqueados.

Como vemos os que seguiam os falsos éticos estão cada vez mais envergonhados, e esperamos que tem aprendido a lição, que enquanto não mudarmos de fato o sistema político, dificilmente teremos políticos éticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário