sábado, 31 de dezembro de 2011

LUTA PELA DESPRIVATIZAÇÃO DO ESTADO BRASILEIRO CONTINUA!



"PRIVATARIA TUCANA" COLOCA PSDB EM SINUCA DE BICO E PRESSÃO POPULAR, COM INSTALAÇÃO DA CPI, SERÁ DETERMINANTE PARA REATIVAR A LUTA PELO RETORNO AO PATRIMÔNIO PÚBLICO DE VÁRIAS EMPRESAS DOADAS AO SETOR PRIVADO, ENTRE AS QUAIS A VALE DO RIO DOCE
 
"ESQUEMA SERRA" POR TRÁS DE VÁRIOS CRIMES DE LESA-PÁTRIA
Nassif
A sinuca de bico do PSDB no caso da "Privataria” - por Luis Nassif
O livro "A Privataria Tucana" tem tucana no nome. Mas investiga especificamente o chamado "esquema Serra"
As acusações são individualizadas e se referem objetivamente a Serra. Amaury o acusa diretamente de corrupção. Se inocente, caberia a Serra buscar a reparação na Justiça.
Não o fará porque um eventual processo certamente esmiuçaria sua atuação desde a Secretaria do Planejamento de Franco Montoro, passando pelo relatório Bierrenbach, pelo caso Banespa e pelas privatizações, além de enveredar pelos negócios da filha no mundo offshore
Só faltava a Serra, a esta altura do campeonato, uma ordem judicial para abrir as contas da filha nas Ilhas Virgens
 
CartaMaior
A mídia ganhou e perdeu em 2011. Agenda de 2012 depende da privataria - por Gilberto Maringoni
Meios de comunicação buscaram impor orientação conservadora ao país.
Ganharam, apesar de derrotados nas eleições de 2010. Embate pela agenda política de 2012 passa pelo destino que se dará à CPI da privataria. Ela pode ser uma espécie de “Comissão da verdade” do neoliberalismo. Tudo depende de existir pressão popular
 
Viomundo
Amaury Ribeiro Jr: O primo mais esperto de José Serra
O primo mais esperto de José Serra, capítulo 8 de A privataria tucana, de Amaury Ribeiro Jr., publicado com autorização da Geração Editorial
 
Escrevinhador
CPI da Privataria: deputados petistas dizem que vão apoiar a Comissão
 
FRAUDES NO BANESPA
IstoÉ - 29/05/2001
O elo perdido - por Amaury Ribeiro Jr.
Ex-sócio de Serra, Vladimir Rioli foi responsável por operações fraudulentas no Banespa em parceria com Ricardo Sérgio
 
LIVRO DESMASCAROU A IMPRENSA E ESTÁ NO TOPO DOS MAIS VENDIDOS
Blog do Kotscho
O ano em que um livro desmascarou a imprensa
"Se a Gazeta Esportiva não deu, ninguém sabe o que aconteceu".
(Slogan de um antigo jornal de São Paulo, nos tempos pré-internet, que ainda inspira muitos jornalistas brasileiros).
Daqui a cem anos, quando os historiadores do futuro contarem a história da velha mídia brasileira, certamente vão reservar um capítulo especial para o que aconteceu em 2011.
Foi o ano em que um livro desmascarou o que ainda restava de importância e influência da chamada grande imprensa na formação da opinião pública brasileira.
O suicídio coletivo foi provocado pelo lançamento de um livro polêmico, A Privataria Tucana, do premiado repórter Amaury Ribeiro Júnior, com denúncias sobre o destino dado a bilhões de reais na época do processo de privatização promovido nos anos FHC.
Como envolve personagens do alto tucanato em nebulosas viagens de dinheiro pelo mundo, o livro foi primeiro ignorado pelos principais veículos do país, com exceção da revista "Carta Capital" e dos telejornais da Rede Record; nos dias seguintes, os poucos que se atreveram a tocar no assunto se limitaram a detonar o livro e o seu autor.
Sem entrar no mérito da obra, o fato é que, em poucos dias, A Privataria Tucana alcançou o topo dos livros mais vendidos do país e invadiu as redes sociais, tornando-se tema dominante nas rodas de conversa do Brasil que tem acesso à internethttp://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/2011/12/19/o-ano-em-que-um-livro-desmascarou-a-imprensa/
 
 
OI
Livro "A Privataria Tucana" entra no ranking dos mais vendidos
Lançado em 9 de dezembro deste ano, o livro A Privataria Tucana, do jornalista Amaury Ribeiro Jr., alcançou o topo do ranking de livros mais vendidos do site especializado em mercado editorial PublishNews. O site contabiliza as vendas de 12 livrarias –Argumento, Cultura, Curitiba, Fnac, Laselva, Leitura, Martins Fontes SP, Nobel, Saraiva, Super News, Travessa e da Vila
 
OI
A imprensa descobre o livro - por Luciano Martins Costa
Demorou, mas finalmente a chamada grande imprensa – ou pelo menos os jornais paulistas O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo – admitem em seu noticiário a existência do livro A privataria tucana, do jornalista Amaury Ribeiro Jr.
 
EM 1997, VERGONHOSAMENTE O GOVERNO FHC PRIVATIZOU A VALE DO RIO DOCE POR R$ 3,3 BILHÕES, QUANDO VALIA, NO MÍNIMO, R$ 96 BILHÕES, À ÉPOCA DE SEU LEILÃO 
 
DOAÇÃO DA VALE DO RIO DOCE, AINDA SOB CONTESTAÇÃO NA JUSTIÇA HÁ 14 ANOS, DEMONSTRA QUE O PODER JUDICIÁRIO BRASILEIRO É SUBMISSO AOS INTERESSES CAPITALISTAS
Cadernos Ipea
“Não pode haver poder sem controle” - Entrevista com o jurista Fábio Konder Comparato
Os bens públicos não pertencem ao Estado, eles são geridos, administrados pelo Estado.
Pertencem ao povo brasileiro. A Vale do Rio Doce não foi vendida, foi doada. Em seu processo de avaliação, participou o banco que acabou sendo um dos compradores, afirma o jurista Fábio Konder Comparato.
Comparato, 75, professor emérito da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, é um homem de fala pausada e opiniões claras. Firme opositor da ditadura militar (1964-85), ele abraçou várias causas cidadãs e voltadas para o respeito aos direitos humanos, nos anos seguintes.
Na década de 1990, Comparato esteve na linha de frente dos que tentaram impedir o processo de privatização das empresas estatais. “Um crime contra o país”, diz ele.
Estou cada vez mais convencido de que aquilo foi um crime contra o patrimônio nacional. Se nós tivéssemos tido uma evolução humanista da mentalidade coletiva e uma verdadeira democratização, e não essa falsa democratização que se diz ter ocorrido em 1988, os autores desse crime deveriam ser julgados. O episódio da venda da Companhia Vale do Rio Doce, por exemplo, revelou até que ponto o Poder Judiciário sofre a dominação do poder capitalista. Vou contar um episódio que não foi divulgado, mas é o retrato dessa submissão. Foi proposta uma ação popular contra a privatização, em uma vara da Justiça Federal em São Paulo. Em seguida, foi concedida uma liminar para suspender o leilão, que deveria ocorrer na bolsa do Rio de Janeiro. O governo da época apresentou recurso contra essa liminar ao Tribunal Regional Federal, que manteve suspensão. Em seguida, o governo produziu um recurso inexistente para que o processo chegasse ao Superior Tribunal de Justiça. No STJ, armou-se todo um cerco em torno dos desembargadores, sobretudo daquele a quem foi distribuído o processo. Esse desembargador, imediatamente, deslocou a jurisdição do caso de São Paulo para o Rio de Janeiro. Lá, o caso chegou às mãos de uma juíza. Mais tarde, segundo seu próprio relato, ela recebeu um comunicado pessoal de outro juiz, dizendo ser ela obrigada a reformar a sentença oficial e julgar improcedente a ação popular proposta. Até hoje, ainda não há uma solução para isso, porque a Vale do Rio Doce e o governo federal multiplicaram recursos. Chegamos até o Superior Tribunal Federal, mas ainda não conseguimos uma decisão definitiva, mais de uma década depois. Isso é o retrato da Justiça neste país
Mais recentemente, seus esforços focaram-se para uma nova interpretação da Lei de Anistia, de 1979, à luz da Constituição Federal e do Direito Internacional. “O crime de tortura é imprescritível. Não há como a democracia avançar sem examinar essa questão do nosso passado”.
A causa dos direitos humanos o levou a outra seara, conectada com as anteriores: a luta pela democratização das comunicações.
 
CRISE NO JUDICIÁRIO: QUEM NÃO DEVE, NÃO TEME E NÃO TREME! PELA TRANSPARÊNCIA DE TODAS AS INSTÂNCIAS DA JUSTIÇA
SUPREMO, NUMA AÇÃO CORPORATIVA, BARRA E QUER LIMITAR INVESTIGAÇÃO DO CNJ SOBRE PARCELA DE MAGISTRADOS, MAIS CONHECIDOS COMO BANDIDOS DE TOGA
O Globo
Entenda a polêmica envolvendo o CNJ e os magistrados
 
CB
O embrulhado estômago do Judiciário
Um artigo sobre a crise que se instalou no Poder Judiciário, depois que a ministra corregedora do Conselho Nacional de Justiça resolveu investigar juízes e demais servidores que se encontram com patrimônio incompatível ao salário que recebem. O mal-estar atingiu togados que têm alguma coisa a esconder.
Depois que o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) resolveu investigar a suspeita evolução patrimonial de certos juízes e servidores de 22 tribunais, o Poder Judiciário brasileiro entrou em crise
 
ESQUEMAS NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO (TJ-SP):
PAGAMENTOS IRREGULARES DE LICENÇAS-PRÊMIO E AUXÍLIO MORADIA E INDÍCIOS DE ENRIQUECIMENTO ILÍCITO DE PARCELA DE SEUS MAGISTRADOS
Folha
Juízes recebem benefício por anos em que eram advogados
O Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu a 22 desembargadores licenças-prêmio referentes a períodos em que eles trabalharam como advogados, anteriores ao ingresso no serviço público.
A corte também é investigada pelo CNJ por supostos pagamentos de verbas relativas a auxílio moradia de forma privilegiada.
O conselho apura ainda possíveis casos de enriquecimento ilícito
 
Folha
Presidente eleito do TJ-SP defende decisão que limita atuação do CNJ
O presidente eleito do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ivan Sartori, defende a decisão provisória que limitou os poderes de investigação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e nega que falte transparência ao Judiciário paulista
 
CA
A crise do CNJ é São Paulo
O Presidente do STF, o inimigo público Número Um do CNJ, Cezar Peluso, originário de São Paulo, terá prestado uma contribução inestimável à História da Magistratura Brasileira.
Criou uma Heroina: Eliana Calmon.
 A mulher que abriu a caixa preta da Justiça.
 Em São Paulo.
 Peluso é o Agripino Maia da Calmon
 
ECONOMIA
 
O QUE FALTA AO BRASIL PARA ALCANÇAR PADRÃO EUROPEU
BBC
Ascensão para 6ª economia foi 'presente de Natal' para Dilma, diz jornal
A notícia de que o Brasil superou a Grã-Bretanha e agora seria a sexta maior economia do mundo ''foi o melhor presente de Natal com o qual poderia ter sonhado o governo Dilma Rousseff'', de acordo com o jornal argentino La Nación
Estadão
Para Mantega, País será a 5ª economia antes de 2015
O ministro ponderou, no entanto, que ainda é preciso melhorar o padrão de vida da população para que fique perto do que é registrado pelos países mais ricos do mundo
BBC
Para britânicos, Brasil com padrão europeu é meta difícil, mas não impossível
Estrangeiros que vivem no Rio destacam entraves como desigualdade e educação falha, mas se mantém otimistas
BBC
Imigrantes em 'paraísos do desenvolvimento' destacam o que falta ao Brasil
Enquanto o Brasil se prepara para avançar mais uma posição no ranking das economias, mas ainda enfrenta mazelas típicas de países subdesenvolvidos, imigrantes brasileiros que vivem nos países com os mais altos índices de desenvolvimento destacam as diferenças entre os dois mundos
CartaMaior
Sexto PIB mundial, Brasil avança no FMI, mas ainda é só o décimo
Diário Oficial publica aval parlamentar à adesão, pelo governo, a acordo de dezembro de 2010 fechado pelos membros do Fundo Monetário Internacional que redivide poder interno. Brasil ganha quatro posições e torna-se 10º sócio. Com PIBs menores, Reino Unido, Itália, Rússia e Índia estão na frente. Nova ordem deve vigorar em outubro
Estadão
Brasil cresce com realismo - por Alberto Tamer
Apesar do recuo nos últimos meses, a economia brasileira encerra o ano bem, muito bem mesmo. Cresceu menos, vai ficar só em torno de 3%, porque tinha crescido muito em 2010, mas termina o ano inteira, como registram os indicadores econômicos divulgados ontem pelo Banco Central. São todos positivos, mesmo com a inflação batendo no teto da meta, mas sob controle.
É a sexta no mundo. O PIB brasileiro passou o do Reino Unido e pode alcançar a França, não porque cresceu muito, mas porque eles estagnaram a caminho de uma recessão que todos os institutos de pesquisa e até o Fundo Monetário Internacional (FMI) admitem como inevitável
 
MINHA CASA, MINHA VIDA
Reuters
Minha Casa, Minha Vida terá de destinar 3% das moradias a idosos
SÃO PAULO, 27 Dez (Reuters) - O programa habitacional "Minha Casa, Minha Vida" terá de destinar 3 por cento das moradias previstas à população idosa, conforme normas publicadas na edição desta terça-feira do Diário Oficial da União.Ainda de acordo com as novas regras, pelo menos 3 por cento das unidades de cada empreendimento deverão ser destinadas a pessoas com deficiência ou a famílias das quais façam parte pessoas com deficiência
 
Jornal da Record
Vídeo: Programa Minha Casa, Minha Vida vai destinar cotas para idosos e deficientes
O programa, que é uma das prioridades do governo da presidente Dilma Rousseff, facilita a compra da casa própria para famílias com renda de até R$ 5.000. O Ministério das Cidades acabou de estabelecer que pelo menos 3% das moradias devem ser para idosos e outros 3% para portadores de deficiência
 
AQUISIÇÃO DE EMPRESAS ESTRANGEIRAS
Estadão
Empresas brasileiras agora investem na aquisição de estrangeiras no País
Após se internacionalizarem, grupos nacionais aproveitam crise nos países ricos e avançam nas subsidiárias brasileiras de multinacionais
 
ALAVANCAGEM ECONÔMICA POR CAUSA DO PRÉ-SAL
Estadão
Em Santos, pré-sal alavanca turismo de negócios
Com economia aquecida, cidade já atrai redes internacionais, como Ibis e Mercure; resorts também estão de olho na região
 
SÃO PAULO
 
NA CONTRAMÃO DO QUE FAZ O GOVERNO FEDERAL, GOVERNO ALCKMIN, PAUTADO PELA CARTILHA DO PSDB E IMITANDO SERRA, FREIA CRESCIMENTO DA ECONOMIA PAULISTA E DESCUMPRIRÁ METAS PRÉ-ESTABELECIDAS
AP
Alckmin cortou R$ 3,5 bilhões em investimentos
Relatório de execução do Orçamento estadual, entre janeiro e outubro de 2011 comparado ao mesmo período de 2010, aponta que o governo Alckmin reduziu em 54,9% os investimentos*, ou seja, R$ 3,56 bilhões. Os investimentos significam, basicamente, obras e compra de equipamentos
 
Estadão
Governo de SP vai cortar R$ 1,5 bi do orçamento
Governador admitiu contingenciamento para 2012, sem citar o valor, e afirmou ser uma precaução diante da crise internacional
 
Folha
Alckmin freia investimentos no primeiro ano do mandato
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) pôs o pé no freio dos investimentos no primeiro ano de seu mandato e não conseguirá cumprir a meta estipulada por sua equipe econômica
 
PROMESSÔMETRO DE KASSAB: PROCURANDO RECUPERAR PRESTÍGIO PERDIDO
Folha - 30/12/2011
Promessas de Kassab ficam para o último ano da gestão
O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), chega a seu último ano de mandato sem concluir a maioria das principais promessas feitas durante a eleição.
 
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA EM FOCO
[A pedido de internautas, vídeo do CQC sobre a Assembleia de SP, levado ao ar na TV Band no início do mês)
CQC - 12/12/2011
Vídeo: Transparência nas nomeações e auxílio-paletó
 
VIOLÊNCIA & INSEGURANÇA
Estadão
Homicídio aumenta pelo 2º mês na capital paulista; latrocínio é maior desde julho
Foram registrados sete casos de roubos seguidos de morte em SP em novembro, período em que também mais se roubou veículos na cidade
 
Folha
Criminosos levam 21 veículos a cada hora em SP; homicídios caem em SP
 
Análise da contradição das notícias acima sobre taxa de homicídios:
 
Observatório da Imprensa
A espuma das retrospectivas - por Luciano Martins Costa
Este é o período do ano em que a imprensa brinda seu público com as alentadas retrospectivas e com ambiciosas perspectivas para o futuro próximo. Dadas certas características do noticiário, porém, é aconselhável que o leitor não leve muito a sério tudo que lê.Se considerar as edições de terça-feira (27/12) do Estado de S.Paulo e da Folha de S.Paulo, por exemplo, terá de escolher entre duas alternativas para o mesmo acontecimento.No Estadão, “Número de homicídios sobe pelo segundo mês em São Paulo”.Na Folha, a manchete festiva garante que “Homicídio cai e roubo de veículos sobe em São Paulo”.O Estadão afirma ainda que o número de latrocínios – roubos seguidos de morte – ocorridos até novembro deste ano supera o total de 2010 em 15% em todo o estado. A tendência de alta também se repete na capital.
 
INTERNACIONAL
 
DITADOR ARGENTINO CONDENADO A PRISÃO
CartaMaior
Último ditador argentino condenado a mais 15 anos de prisão
Reynaldo Bignone, último presidente da ditadura argentina, foi condenado a mais 15 anos de prisão. No ano passado, a Justiça já havia condenado Bignone a 25 anos de prisão pelos crimes cometidos em Campo de Maio, onde foi comandante. Em 14 de abril deste ano, Bignone recebeu prisão perpétua. Agora, sofreu nova condenação por ações praticadas no Hospital Posada, onde funcionava o centro clandestino de detença e tortura, "El Chalet".
 
CORRUPÇÃO ABALA REPUTAÇÃO DA FAMÍLIA REAL ESPANHOLA
Reuters
Genro do rei da Espanha é indiciado por fraude
MADRI (Reuters) - O genro do rei da Espanha foi indiciado nesta quinta-feira por fraude e enriquecimento ilícito, num caso que abalou a reputação da família real espanhola e levou a realeza a tomar a inédita decisão de revelar suas fontes de renda
 
CHUVA E TEMPO NUBLADO NOS ÚLTIMOS DIAS DE 2011 & MEGA-SENA DA VIRADA
G1
Tempo nublado e chuva em boa parte do país nos últimos dias de 2011
Meteorologistas apontam chuva em MG, sul da BA e ES nesta sexta-feira.
No réveillon, pode chover no Sudeste e Nordeste; sol deve cobrir RS
 
G1
Previsão de um prêmio de R$ 170 milhões para os acertadores das 6 dezenas da Mega-sena da Virada
Apostas podem ser feitas até as 14h de sábado (31) e sorteio será às 20h.
Aplicado na poupança, dinheiro renderia mais de R$ 1 milhão por mês
 
G1
Em MS, grupo aposta R$ 10 mil em bilhete único na Mega-Sena da Virada
O bilhete de 15 números tem chance de acerto de 10 mil para 1, segundo a Caixa Econômica Federal.
Com uma aposta simples, de seis números, as chances de ganhar seriam de 50 milhões para um
 
ESPORTES
 
CORRUPÇÃO NO FUTEBOL: PROPINAS RECEBIDAS POR RICARDO TEIXEIRA E JOÃO HAVELANGE
Estadão
Justiça complica Teixeira e Havelange
Corte suíça libera o conteúdo de documentos que podem revelar o pagamento de propinas na entidade; brasileiros são principais alvos e ameaçam revide
 
Jornal da Record
Vídeo: Justiça Suíça quer revelar dossiê sobre propinas que envolve Ricardo Teixeira
A Justiça Suíça rejeitou apelação e mandou a Fifa revelar o dossiê que pode comprovar a participação de Ricardo Teixeira num esquema milionário de propinas. Pela decisão do Tribunal de Zug, na Suíça, as 40 páginas de documentos da investigação podem vir a público daqui a um mês. Os papéis teriam detalhes de como uma agência de marketing pagou propinas a cartolas em troca de direitos de transmissão de jogos de futebol
 
ESPN
VÍDEO: Jornalista britânico dispara: 'Quando os governantes brasileiros irão dar um basta?
LINHA SUCESSÓRIA NA CBF
Estadão
José Maria Marin, de 79 anos, é o primeiro da fila para assumir CBF
Grupo que não acredita que Teixeira consiga se sustentar por muito tempo no cargo
 
TÁTICA DA CBF
BondeNews
CBF rebate críticas da Record com aumento de publicidadeProtagonista na campanha contra Ricardo Teixeira, a emissora percebeu neste mês um aumento considerável das inserções publicitárias da entidade
 
DESFECHO DO CASO ADRIANO
Estadão
Após acareação, jovem admite disparo
Adriene Cyrilo muda versão e reconhece que segurava a arma quando houve o tiro acidental que atingiu sua mão esquerda, sábado, dentro do carro de Adriano
 
Estadão
Adriano estuda pagar gastos médicos de jovem baleada
Custo do tratamento de Adriene Cyrilo em hospital ficou em R$ 82 mil
 
87ª CORRIDA DE SÃO SILVESTRE
GazetaEsportivaNet
Conheça o novo percurso e horário das largadas
Largadas:
  • 15h00 para atletas cadeirantes
  • 15h10 para atletas com deficiência
  • 17h10 para mulheres
  • 17h30 para homens
 
Mais informações no sítio:
 
 
 

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Sorocaba: Vereadores desistiram de aumento mas criaram cargos de assessor



Leandro Nogueira
leandro.nogueira@jcruzeiro.com.br

Algumas decisões tomadas pelos vereadores em 2011 geraram polêmica: uma delas, no mês de junho, quando criaram 21 cargos com salários de R$ 3,3 mil mensais para preencherem com assessores que contrataram sem a necessidade de concurso público. Seis meses antes, nos primeiros dias do ano, os vereadores haviam voltado atrás e revogado, tanto esses cargos como o reajuste de 92% dos próprios salários a partir de 2013. Ambas as propostas haviam sido aprovadas nos últimos dias de 2010, mas os legisladores não suportaram à pressão da opinião pública. 

Quando desistiram no mês de janeiro, o presidente Marinho Marte (PPS) disse que a população havia feito "muito trovão para pouca chuva" e não descartou a possibilidade de voltarem a reunir-se para propor reajuste dos salários. Diferente da decisão que tomariam dali seis meses, o presidente declarou que a criação dos cargos de assessores não voltaria porque era "fato consumado". Ontem, Marinho Marte explicou que a criação do sexto assessor para cada um dos 20 vereadores e outro para a presidência foi uma opção que gerou menos custos do que o aumento dos próprios subsídios, que segundo ele, ficou descartado.
No ano que chega ao fim cada um dos 20 vereadores custou R$ 1,3 milhão ao considerar que todos os gastos com a manutenção do legislativo é para garantir o trabalho dos eleitos na obrigação de defender os interesses dos sorocabanos. Dos R$ 29,5 milhões enviados à Câmara pela Prefeitura, na última quarta-feira o presidente Marinho Marte fez a devolução de R$ 3,5 milhões, ou seja, os outros R$ 26 milhões foram usados. 

Em 2012 a Prefeitura enviará à Câmara R$ 33,6 milhões, mais do que os R$ 25,8 milhões previstos para Secretaria de Segurança Comunitária que mantém a Guarda Civil Municipal e o Setor de Fiscalização. A maior despesa para a manutenção do Legislativo é com pessoal. Os custos dos 21 assessores criados em 2011 serão de quase R$ 906 mil anuais. A Câmara tem 126 cargos comissionados para os gabinetes dos vinte vereadores. 

Marinho divulga que como presidente conseguiu reduzir em R$ 628,2 mil os custos com telefonia e compras em 2010 e 2011. Cita que a economia no biênio com telefone fixo foi de 78%, com celular de 27%, e com internet 86%, totalizando, só com telefone, uma redução de despesas de R$ 406,6 mil. No setor de compras informa que a economia foi de R$ 221,7 mil entre janeiro de 2010 e novembro de 2011, o que representou uma redução de 27,16% em 2011 em relação a 2010 e 26,25% em 2010 comparado com 2009.
Ele destacou os benefícios que concedeu aos funcionários da Câmara em 2010 e 2011, começando pelo reajuste de 5,7% em 2010 e 10% em 2011, ambos acima da inflação no período. "Além disso, melhoramos a gratificação de escolaridade, que passou a ser paga também ao servidor que está estudando, desde que frequente as aulas regularmente e tenha bom aproveitamento", divulga. O vale-alimentação teve um aumento de 26,66%, passando, de R$ 150 para R$ 190. E o vale-refeição, que era de R$ 286, foi reajustado em 34,62%, passando para R$ 385. 

Marinho considera que 2011 foi um ano produtivo com a realização de 80 sessões extraordinárias, 84 sessões ordinárias, 78 audiências públicas e 77 sessões solenes, citando que foram apresentadas 5.334 proposituras, entre as quais, 627 projetos de lei, 2.471 requirimentos e 2.080 indicações. Também comemorou a conquista do certificado de qualidade ISO 9001, atribuindo a melhoria no atendimento à população e também na redução de custos. Não deixou de lembrar que em 2010 assumiu interinamente a função de prefeito.

Outros fatos polêmicos

Os cargos de todos os vereadores de Sorocaba ficaram na mira do Ministério Público (MP) quando o promotor de Justiça Orlando Bastos Filho pediu à Vara da Fazenda Pública a cassação de todos por improbidade porque no final de 2010 haviam aprovado a elevação dos próprios subsídios a partir de 2013, de R$ 7 mil para R$ 15 mil, em sessões extraordinárias e depois revogado, novamente em sessões extraordinárias, por conta da pressão popular. Se a decisão fosse mantida, quando os novos salários entrassem em vigor a partir de 2013 as despesas anuais seriam elevadas em mais R$ 1,72 milhão. A Justiça não acatou o pedido do MP.

Em 2011 a Câmara contratou uma empresa para construir dois banheiros exclusivos aos vereadores no valor de R$ 62,4 mil e a ampliação do estacionamento ao custo de R$ 448,4 mil. Marinho diz que a cidade cresceu e o aumento das vagas que devem começar em janeiro era necessária. Também em 2011 os vereadores que compunham uma comissão para investigar o prefeito Vitor Lippi PSDB) emitiram conclusões diferentes sobre a inocência do prefeito em supostas irregularidades que teria cometido ao pagar R$ 851 mil para um banco, quitando empréstimos dos funcionários municipais que estavam sendo descontados diretamente na folha de pagamento, para que os servidores ressarcissem com mais facilidades à Prefeitura. O presidente que não quis opinar sobre o fato, cuja decisão não foi tomada por ele.

Produtos sem nota fiscal são apreendidos em Mairinque, SP


Eles estavam em uma chácara no Jardim Pitangueiras.

A denúncia é de que no local funcionava um cativeiro.

Do G1 Sorocaba e Jundiaí
Comente agora
Por meio de uma ligação no disque-denúncia, a Polícia Militar chegou até uma chácara no Jardim Pitangueiras, em Mairinque, no interior de São Paulo, nesta quinta-feira (29). Pela denúncia, o local funcionava como cativeiro.
No momento em que a polícia chegava na chácara, três homens perceberam e fugiram pela mata. No interior da residência, a PM apreendeu vários objetos ainda embalados, como fogões, lavadora, colchões, armários, jogos de sofá, cômodas e outros utensílios domésticos.
De acordo com a Polícia Militar, os produtos podem ter sido furtados de alguma loja. Toda a mercadoria foi levada para a delegacia da cidade. Ninguém foi preso.
A Polícia Civil vai investigar quem é o responsável pela chácara e como os objetos foram parar no local.

PM apreende 279 kg de maconha em Sorocaba

Policial militar organiza pilha com tijolos de maconha (Foto: Adriane Souza/G1)



A Polícia Militar apreendeu 279 quilos de maconha numa chácara na Estrada Municipal do Mato Dentro, em Sorocaba, no interior de São Paulo, na manhã desta quinta-feira, 29.
Os 381 tijolos da droga foram encontrados após a corporação receber denúncia anônima. Um homem que fazia a “segurança” do local foi preso. Ele estava com um revólver calibre 38 na cintura na frente da casa principal da chácara. O entorpecente estava prensado e embalados em plástico. A droga foi levada para o Instituto de Criminalística (IC) de Sorocaba, onde foi pesada.
O suspeito foi conduzido para a Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) e autuado em flagrante por tráfico de entorpecentes e posse ilegal de arma. Em seguida, ele foi transferido para o Centro de Detenção Provisória de Detenção (CDP) do município.