sexta-feira, 31 de março de 2017

Frente da Rede Globo/RJ ocupada pelo Levante Popular da Juventude contra a Reforma da Previdência.

Frente da Rede Globo/RJ ocupada pelo Levante Popular da Juventude contra a Reforma da Previdência.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Alunos do ensino médio do Instituto Federal em greve para garantir os direitos do povo


Os alunos do ensino médio do Instituto federal de são roque resolveram paralisar amanhã para participar dos atos do dia nacional de mobilização.entendem que é preciso lutar para manter direitos duramente conquistados. Não aceitam que os jovens na prática não possam mais se aposentar e repudiam todos os retrocesso de Temer na educação.
A uma esperança no ar de que com a participação dos jovens possam ter um pais melhor no futuro. Não aceitamos retrocessos....
Foi deliberado que os estudantes do Ensino Médio do IF irão paralisar no dia 31 de março.
Dos que compareceram a assembleia:
106 votos a favor dá paralisação
3 contras
1 abstenção.
O jovens indicam o caminho lutar para não ser escravo e  poder viver com dignidade.
Ato as 13 horas na praça da matriz!!!!


Professor do IF explica a barbárie da terceirização irrestrita



SINASEFE-SP
Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Técnica e Tecnológica
Seção São Paulo – Base São Roque

Rogério Tadeu da Silva, professor do Instituto federal (São Roque)
O Projeto de Lei nº 4.302, que foi enviado em 1998, ainda durante o Governo FHC, foi aprovado pelo Congresso Nacional e encaminhado à Presidência da República para sanção. Esse projeto altera a Lei nº 6.019, de 03/01/1974.
Ele altera 2 coisas importantes da lei original:
1ª – Trabalho Temporário (modificado): algumas vezes, as empresas precisam contratar trabalhadores a mais, por pouco tempo, para atender situações especiais. Por exemplo: contratação de vendedores na época de Natal. Como no final de ano, um número maior de pessoas vai fazer compras, as lojas precisam de mais vendedores para atender melhor esse maior número de compradores. Passada essa época, esses vendedores a mais não são mais necessários, porque diminui bastante a quantidade de pessoas que querem comprar. Nessas situações, o dono da loja pode contratar pessoas por pouco tempo.
2ª – Trabalho Terceirizado (acrescentado): as empresas podem contratar outras empresas para realizar determinadas tarefas. Por exemplo, uma fábrica de papel pode contratar uma outra empresa para prestar serviços de segurança do patrimônio dela. Nesse exemplo, a fábrica de papel não empregará profissionais de segurança. Ela contrata uma outra empresa que fará esse serviço. E essa outra empresa é que contratará os seguranças.
Se sancionado pelo Presidente da República, o projeto fará várias alterações. Muitas delas, bastante prejudiciais aos trabalhadores, a saber:
a)    A empresa de trabalho temporário não precisa comprovar estar regularizada no INSS e com o Sindicato, ou seja, mesmo que ela seja DEVEDORA de contribuições previdenciárias e/ou sindicais, ela poderá continuar contratando trabalhadores temporários. Liberaram o calote ao INSS...
b)    O prazo do trabalho temporário muda de 3 meses para 6+3 meses (total de 9 meses). Esse aumento de prazo, aumenta a insegurança do trabalhador temporário e permite a empresa contratante um prazo razoável para elevar a troca contínua de empregados (rotatividade) para, por exemplo, ficar livre de pagar multa por rescisão do contrato de trabalho... menos dinheiro para os trabalhadores...
c)    Grevistas podem ser substituídos por trabalhadores temporários, caso se trate de serviço essencial ou a greve seja considerada abusiva. Isso enfraquece o único instrumento de luta dos trabalhadores contra os abusos do patrão... ou seja, os patrões não precisam mais ouvir nossos pedidos, mesmo que sejam justos...
d)    O trabalhador temporário, salvo convenção trabalhista, não tem mais assegurado os seguintes direitos: jornada de 8 horas com acréscimo de 20% à remuneração quando realizada no máximo 2 horas extraordinárias, férias proporcionais, repouso semanal remunerado, adicional por trabalho noturno, indenização por dispensa sem justa causa e seguro contra acidente de trabalho. Perdendo direitos, ficando mais pobres...
e)    Os benefícios, que antes deviam ser os mesmos, agora não precisam mais ser os mesmos, podendo até nem ser oferecido ao trabalhador terceirizado. Por exemplo, o vendedor empregado na empresa contratante recebe vale-alimentação, enquanto o vendedor temporário não recebe... liberada a discriminação...
f)     A terceirização não se restringe mais às atividades-meio da empresa, podendo se estender às atividades-fim. Por exemplo, um hospital pode terceirizar a contratação de médicos, uma escola, a contratação de professores etc. Parece absurdo, mas está liberado terceirizar tudo, independentemente de redução de salário, de elevação da rotatividade...
g)    A empresa contratante do serviço terceirizado não pode ser acionada diretamente na Justiça do Trabalho. Ela só pode ser acionada, caso a empresa terceirizada não atenda as decisões judiciais. Ou seja, o trabalhador pode ficar MUITOS anos sem receber seus direitos, pois até o Poder Judiciário acionar a empresa contratante, além de desempregado, não receberá nada durante todo esse período de tempo...
Esse projeto de lei só beneficia os empresários das grandes empresas, que já tem muitas posses.
Nem os pequenos empresários ganham com essa alteração, pois sobrará para eles os problemas trabalhistas, enquanto as grandes empresas ficaram tranquilas, ganhando rios de dinheiro. Aliás, dinheiro esse que deveria ser de quem trabalha e verdadeiramente gera riqueza: os trabalhadores!
Você acha isso justo? Você não vai fazer nada?
Que tal PARAR no dia 28/04/2017, dia que muitos trabalhadores escolheram para dar um recado aos políticos que votam CONTRA o povo:

BASTA! NENHUM DIREITO A MENOS!

Estudantes do Instituto Federal de São Roque decidem em assembléia participação nos atos do 31 de março


DECRETO 002/2017
Sobre a Assembleia Geral Extraordinária Deliberativa - “Não vamos nos aposentar?” ”Vamos ficar parados ?”
Art. 1° . Convocamos de caráter emergencial, a todos os estudantes desta instituição de ensino para uma Assembleia Geral Extraordinária , a ser realizada no dia 30 de Março, às 18:15 no auditório. A Assembleia será deliberativa e deverá discutir as próximas mobilizações estudantis com ênfase na possibilidade de paralisação no dia 31 de março deste ano.
PARÁGRAFO ÚNICO. Quando referido todos, convocamos através deste estudantes do ensino médio e do ensino superior.
Estes decreto entra em vigor a partir da data de sua divulgação.

União Regional dos Estudantes ato dia 31/3 as 13 horas em São Roque.Nenhum direito a menos!!!!















*_URE INFORMA - ATO DO DIA 31_*
Nós da URE - União Regional dos Estudantes - convocamos todos os estudantes para o
ATO do dia 31/03 (sexta agora). *A concentração ocorrerá às 13:00 na praça da Matriz.*
🔴 NÃO À PERDA DE DIREITOS!!!🔴
🔴 NÃO PODEMOS FICAR PARADOS!!!!🔴
Nós, estudantes, estamos sendo bombardeados, cada dia mais, por medidas
antidemocráticas que nos afetarão diretamente. Diante disso, não ficaremos calados.
É UM DEVER NOSSO:
🔴 *Estar nas ruas dia 31*;
🔴 *Mobilizar nossas escolas*
🔴 *Informaraos estudantes o que está acontecendo em nosso país.*
🔴 *Lutar pelos nossos direitos.*

*É mais uma medida autoritária* do governo Temer que pode acabar com nosso direito de
se aposentar.
A PEC 287 ganhou nome de ~“reforma”~ pelo presidente, mas sabemos que *de reforma issonão tem nada.* A "reforma" coloca o tempo mínimo de contribuição em 49 anos
ininterruptos *(ou seja, o trabalhador não poderá ficar desempregado)* e acrescenta que a idade mínima para se aposentar será de 65 anos.
Igualar a idade mínima de homens e mulheres parece justo e nada mais que igualdade,
*MAS NÃO É BEM ASSIM*, pois vivemos em uma sociedade machista, onde a mulher
trabalha, em média, 7h a mais que o homem e ainda assim não possui igualdade salarial.
*PEDIMOS A TODOS OS ESTUDANTES QUE INFORMEM SUAS ESCOLAS E AS MOBILIZEM PARA QUE COMPAREÇAM AO ATO DO DIA 31!!!*
____________________________
*O ATO SERÁ ASSIM:*
No dia 31/03 a URE, junto a outros movimentos, fará um ATO contra a perda de direitos devido a "reforma" da Previdência e a proposta de terceirização.
🔴 Sairemos da praça, desceremos em frente à diretoria de ensino, Fórum, INSS, Rodoviária, subiremos a Alfredo Salvet, correio, contornaremos e finalizaremos na praça. 🔴

31/3 -Siproem convoca assembléia para aprovar greve geral e faz panfletagem em São Roque









 


Os professores municipais revoltados com a aprovação da lei da terceirização, que fará com que percam direitos trabalhistas como férias e décimo terceiro, além da reforma da previdência. Resolveram fazer uma assembléia para aprovar a greve geral para o dia 28 de abril e aproveitam e fazem panfletagem pela cidade de São Roque na hora do almoço.
Infelizmente, o prefeito municipal para enfraquecer o movimento resolver punir os servidores com falta injustificada. O movimento se quer se refere a prefeitura e nada tem haver com reajuste salarial para a categoria.
veja como será o dia 31 de março:
CRONOGRAMA ASSEMBLEIA paralisação do dia 31/03/17 E 28 DE ABRIL, atendendo ao chamado da CNTE.
*10h30 - concentração no Largo dos Mendes e início das atividades;
*11h assembleia e início da panfletagem;
*13h passeata até a Praça da Matriz
*14h panfletagem
Veja a convocação do sindicato:



Sindicato dos Professores das Escolas Públicas Municipais de Sorocaba, Porto Feliz, Tietê, São Roque, Ibiúna, Salto, Araçariguama, Alumínio, Mairinque, Votorantim, Boituva, Iperó, Araçoiaba da Serra, Capela do Alto, Cesário Lange, Cerquilho e Tatuí.

São Roque, 29 de Março de 2017

CIRCULAR DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA DE APROVAÇÃO A GREVE GERAL DE 28 DE ABRIL

             O SIPROEM, vem por meio deste, mui respeitosamente comunicar que as centrais sindicais convocam os trabalhadores para mobilizarem contra as reformas da previdência e trabalhista que restringem direitos trabalhistas e sindicais que tramitam no Congresso Nacional.
 A agenda do Fórum das Centrais convoca para 31 de março - Dia Nacional de Mobilização Rumo à Greve Geral, movimento convocado pela Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo em todo o país.
Partindo deste pressuposto, o Siproem, agindo com responsabilidade e prudência, segue com todos os trâmites legais que antecedem a uma paralização e CONVOCA a categoria do magistério para ASSEMBLEIA DE APROVAÇÃO DA GREVE NACIONAL prevista para 28 de abril.
Todos foram orientados em suas escolas à:


·        Enviar comunicando previamente mediante circular aos responsáveis pelos alunos;
·        Notificar o departamento de educação e mesmo que este se negue a receber um ofício, protocole no protocolo da prefeitura;


A lei assegura ao trabalhador o direito de participar em greve de sua categoria e os interesses que por ela defender, senão vejamos;

Constituição Federal, art. 9º É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender.

O art. 37, inciso VII- o direito de greve será exercido nos termos e nos limites definidos em lei específica; entretanto na falta de lei especifica, o STF adotou o caminho da aplicação subsidiaria da lei de greve, onde decidiu que até que o legislativo não sancione lei especifica aplica-se a Lei 7.783/89.

A lei 7.783/89, lei que trata sobre o tema em seu art. 1º traz a seguinte redação;

Art. 1º É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender.

O art. 6º do mesmo diploma legal dispõe sobre a proibição de punir servidor que participar de greve, pois a simples participação em uma greve não caracteriza falta grave, (sumula 316 STF).

Em atendimento aos preceitos legais vimos tempestivamente por meio deste comunicar que em caso de uma possível participação no ato supracitados, os mesmos sejam amparados legalmente por esta instituição que os representa, e ratifica a legalidade dos mesmos frente esta instituição, no direito inerente a categoria de participar e atender ao chamado das centrais.
Vale ressaltar que visando a garantia do ano letivo em cumprimento a Lei LDBEN 9394/96, é obrigatório o cumprimento dos 200 dias letivos, solicitamos aos mesmos o direito a reposição com o compromisso com os educandos, com a sociedade e mantendo o ideal de qualidade de ensino, cumprindo a legislação vigente  em projeto de reposição posteriormente enviado a Departamento de Educação .

Segue CRONOGRAMA DE ASSEMBLEIA E ATO EM APOIO A LUTA CONTRA A PERDA DE DIREITOS


CRONOGRAMA ASSEMBLEIA paralisação do dia 31/03/17 E 28 DE ABRIL, atendendo ao chamado da CNTE.
*10h30 - concentração no Largo dos Mendes e início das atividades;
*11h assembleia e início da panfletagem;
*13h passeata até a Praça da Matriz
*14h panfletagem


            Diretoria do SIPROEM 
 
Sindicato dos Professores das Escolas Públicas Municipais de Sorocaba, Porto Feliz, Tietê, São Roque, Ibiúna, Salto, Araçariguama, Alumínio, Mairinque, Votorantim, Boituva, Iperó, Araçoiaba da Serra, Capela do Alto, Cesário Lange, Cerquilho e Tatuí.



CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA DA CATEGORIA DO MAGISTÉRIO DE SÃO ROQUE

CONVOCAMOS toda categoria diferenciada do magistério de São Roque, de acordo com o chamado das centrais sindicais para estarem presentes na praça do Largo dos Mendes na sexta-feira dia 31 de março em assembleia para definir a paralisação neste dia e greve geral do dia 28 de abril do decorrente ano, com a primeira chamada as 11h e segunda chamada as 11h30.





Data: 31/03/17
Hora: 11h
Local: Praça do largo dos Mendes 

quarta-feira, 29 de março de 2017

DORIA PAGA CORRENDO R$ 90 MIL QUE DEVIA DE IPTU HÁ 15 ANOS

CIRO PUXA FORA TEMER EM AULA PARA ESTUDANTES EM JUIZ DE FORA