quinta-feira, 20 de abril de 2017

OS INIMIGOS DO POVO na reforma trabalhista


OS INIMIGOS DO POVO
Na Terça feira o Governo do usurpador  foi derrotado na urgência da reforma trabalhista, o governo precisava  de 257 votos e teve apenas 230.Nesta votação 163 deputados foram contrários a urgência.
Ontem, uma manobra “ à la Eduardo Cunha”,  que hoje cumpre pena 15 anos de prisão,  mandou repetir a votação e ontem conseguiu aprovar com 287 (30 votos a mais que o necessário) contra 144 votos.
Parte deste votos a mais foi dados por 24 deputados que mudaram de lado e para lembrar a Páscoa, foram os “Judas”que  deram o beijo da morte nos trabalhadores.
Rodrigo Maia, o Botafogo na lista da Odebrecht, vai cada vez mais se tornando uma o novo Eduardo Cunha e tem  tomar cuidado para não ter  o mesmo destino do ex-presidente.....



Nenhum comentário:

Postar um comentário