sábado, 20 de maio de 2017

Fachin deve pedir à PF perícia nos áudios de Temer


Solicitação foi feita pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot

POR 
O ministro Edson Fachin - Jorge William / Agência O Globo
BRASÍLIA – O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), deverá enviar à Polícia Federal um pedido de perícia nos áudios que registraram o diálogo entre o presidente Michel Temer e o dono da JBS, Joesley Batista. A solicitação seria feita na tarde deste sábado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, logo depois do pronunciamento oficial de Temer questionando a idoneidade do material. (TUDO SOBRE A "REPÚBLICA GRAMPEADA")
(Para não perder nenhuma informação, assine as newsletters de O GLOBO)

Fachin foi aconselhado por ao menos três ministros do tribunal a agir com cautela diante do inquérito, diante da gravidade dos fatos. Dois desses ministros acreditam que seria preferível a interrupção do inquérito neste momento, enquanto não se comprova a lisura dos áudios.No discurso, Temer afirmou que pediria ao STF a suspensão do inquérito aberto contra ele para investigar corrupção ativa, organização criminosa e obstrução da Justiça.
O pedido anunciado por Temer para paralisar o inquérito também chegou neste sábado ao STF. Fachin não teria decidido ainda como proceder em relação ao pedido. O relator poderá decidir sozinho, ou levar ao plenário do tribunal.
Ministros ouvidos pelo GLOBO consideram que seria mais prudente por parte do relator levar a questão ao plenário, por se tratar de tema delicado para o país.
A delação que compromete o presidente
Joesley Batista, dono da JBS, fez acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR) e ajudou a revelar um esquema de pagamento de propinas que envolveu Michel Temer
A JBS É A MAIOR PRODUTORA DE PROTEÍNA ANIMAL DO PLANETA
Joesley negociou pagamentos a políticos em troca de favorecimento para sua empresa, a JBS
Joesley Batista
(Dono da JBS)
GRAVAÇÃO
Joesley gravou Michel Temer em um diálogo onde o presidente indicou o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da J&F (holding que controla a JBS).
Joesley também disse a Temer que era necessário manter um bom relacionamento com Eduardo Cunha, inclusive com pagamentos ao operador Lúcio Funaro para que ambos ficassem calados.
PROPINA
MESADA
Diante da informação, Temer incentivou:
Michel Temer
(Presidente)
INDICAÇÃO
Posteriormente, Rocha Loures foi filmado recebendo
uma mala com
R$ 500 mil enviados por Joesley
Rodrigo da
Rocha Loures
(Deputado afastado)
Eduardo Cunha
(Ex-deputado)
Lúcio Funaro
(Operador)


Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/fachin-deve-pedir-pf-pericia-nos-audios-de-temer-21370409#ixzz4hf0HrQJx 
stest 

Nenhum comentário:

Postar um comentário