quarta-feira, 14 de junho de 2017

Geddel veste a carapuça e tenta evitar prisão

gedelmis
Folha publica que o ex-ministro Geddel Vieira Lima colocou à disposição do Supremo Tribunal Federal  seus sigilos bancário e fiscal e seu passaporte, como estratégia para evitar a decretação de sua prisão.
Geddel disse que informará e justificará ao STF transações bancárias maiores do que R$ 30 mil, se comprometendo a avisar sobre operações acima desse valor.
É a carapuça enfiada até o pescoço, porque sabe que Rodrigo Janot sabe  que, para chegar com eficiência a Michel Temer, terá de devorar a guarnição do prato principal.
E Geddel é dos mais suculentos aperitivos, não apenas pela citação expressa na gravação de Joesley de que era o contato anterior de Temer tem páginas e páginas de acusações e suspeitas, desde os tempos em que, na cota do PMDB, ocupava uma vice-presidência da Caixa Econômica Federal .
Agora, Geddel faz este mis en scène ridículo, que não serve para absolutamente nada, a não ser como indicador que, ali, há muito para achar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário