quinta-feira, 15 de junho de 2017

O Brasil “nos trilhos”. Arrecadação volta a cair

valorarrecada
Ontem, quando anunciou para agosto um queda do desemprego, o Ministro da fazenda, Henrique Meirelles estava, deliberadamente, escondendo a verdade dos brasileiros.
Porque Meirelles tem acesso todo o tempo aos dados que o Valor Econômico teve acesso ontem e que o fizeram publicar, na edição de hoje que houve uma queda real na arrecadação, na comparação com o mesmo mês do ano passado, de acordo com o Siafi, o sistema eletrônico que registra todas as despesas e receitas da União.
Segundo o jornal, “houve queda quase generalizada dos tributos, particularmente aqueles mais relacionados com a atividade econômica, como a Cofins e o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)”.
Mesmo com o ingresso extra de de cerca de R$ 2,5 bilhões do último mês do Programa de Regularização Tributária – agora encerrado, à espera do novo Refis – houve uma frustração de receita da ordem de R$ 3 bilhões, algo de 2 a 3% menos em uma conta que já não fecha.
Isso antes da farta distribuição de recursos públicos que Temer começa a fazer para segurar seu poder minguante, indica que haverá uma corrida desesperada para vender patrimônio e concessões públicas, para tentar manter o déficit público dentro da meta de déficit de R$ 139 bilhões.
Como diz Michel Temer, o Brasil está nos trilhos. E ouve-se o barulho do trem chegando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário