quarta-feira, 7 de junho de 2017

Rocha Loures não vai depor hoje. Talvez, na sexta


84perg
A “Operação Ganha Tempo” da defesa de Michel Temer conseguiu outra vitória, além do adiamento da entrega de suas respostas ao questionário da Polícia Federal. O depoimento do “homem da mala” Ridrigo Rocha Loures, previsto para hoje, foi adiado para data ainda não definida.
O ex-auxiliar de Michel Temer pediu ao Ministro Luiz Edson Fachin para não ter de depor antes de ter acesso aos autos completos da operação que o levou à prisão. Fachin pediu informações à Polícia Federal e, se conceder – tal como fez, em outro caso, Gilmar Mendes em relação a Aécio Neves – ainda haverá a concessão de prazo para a defesa conhecer os documentos.
Na prática, se fachin despachar hoje, o depoimento irá para  sexta-feira ou, mais provavelmente, para a próxima semana.
Michel Temer – inegável orientador da defesa do cúmplice Loures – vai dando curso à sua estratégica de ganhar tempo, ainda que isso vá corroendo as migalhas de credibilidade de que ainda dispõe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário