terça-feira, 20 de junho de 2017

Urgente: Comissão rejeita reforma trabalhista no Senado

supliciodasuplicy
Embora isso não signifique o fim da tramitação no Senado, tem um enorme significado simbólico a derrota, há poucos minutos, da reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais.
10 a 9 é um placar totalmente decepcionante para o governo, que esperava ganhar com 4 a 5 votos de vantagem.
A desagregação do Governo atingiu a sua base de apoio.
É o primeiro sinal, ainda inconclusivo, de que a erosão da capacidade de Michel  Temer de continuar tendo o parlamento como cúmplice.
O parecer a ser votado, agora, é o substitutivo apresentado pelo Senador Paulo Paim e o governo terá de derrubá-lo na Comissão de Constituição e Justiça ou retornar ao projeto original.
Imperdíveis o constrangimento e a irritação de Marta Suplcy, agora convertida em “sustentáculo de Temer”

Nenhum comentário:

Postar um comentário