sábado, 15 de julho de 2017

Alunos da FMU, de São Paulo: EDUCAÇÃO NÃO É MERCADORIA!

Jornalistas Livres adicionou 4 novas fotos.
4 h
#SP | EDUCAÇÃO NÃO É MERCADORIA!
Os alunos da FMU, de São Paulo, estão nas ruas do centro da capital contra o corte de cerca de 320 professores e redução de até 50% dos salários, anunciado pelo grupo mantenedor da faculdade, a empresa estadunidense Laurearte. Além das demissões, houve uma reestruturação curricular que resultará no corte de 25% das aulas, de acordo com os universitários.
"Para os alunos, a perda é evidente. Os cursos terão a sua duração reduzida à carga horária ao mínimo exigido pelo MEC. Além disso, 20% do curso - já enxugado - passa de aulas presenciais para atividades a distância", argumentam os manifestantes em manifesto.
Foto:Guilherme Imbassahy / CUCA da UNE

Nenhum comentário:

Postar um comentário