quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Suspensão de deputados mostra que Temer desistiu de reformas


susp
A decisão do PMDB de suspender – e, na prática, forçar a saída – de seis deputados do partido que votaram pela abertura do processo contra Temer só tem um significado: Michel Temer deixou de lado a ilusão de fazer qualquer reforma constitucional.
Não apenas pelos seis votos – 10% da bancada do partido – peemedebistas (ou, agora, ex), mas pelos demais votos dissidentes da base, inclusive as duas dezenas de tucanos que votaram contra Temer e os tantos quantos de outros partidos que fizeram o mesmo.
Rodrigo Maia ficou falando sozinho na sua história de chamar de volta os desgarrados.
A exuberante base governista de 340 votos dá-se hoje por satisfeita em ter 257 votos.
  •  
  •  

Nenhum comentário:

Postar um comentário