domingo, 13 de agosto de 2017

Abrindo a Caixa Preta da Sabesp: Empresa não cumpriu meta de Tratamento de Esgoto.Qual foi a punição?




A eficiência da Sabesp em nossa município deveria ser questionada e esta empresa deveria ser pressionada  a cumprir as metas.
De acordo com informações da Sabesp a meta do abastecimento de água deve ser atingida, mas para coleta e ratamento de esgoto não foi atingida. A meta de coleta de esgoto era de 90% para coleta de esgoto e dificilmente foi cumprida . Já a de tratamento de esgoto  não foi cumprida e segundo o jornal da economia 63% do egoto será tratado e e gradualmente este percentual chegará a 75%  (http://jeonline.com.br/noticia/11092/sao-roque-deve-ter-esgoto-tratado-ate-setembro). Ou seja, nem dois anos depois a meta foi  cumprida e sabe-se lá quando será….
sabesp
metas- 2015
2012
2013
2014
abastecimento ao cliente (%)
maior de 90%
90,60%
88,10%
90,20%
coleta de esgoto (%)
maior de 90%
67%
67,90%
67,60%
Tratamento de Esgoto (%)
100%
0%
0%
0%


Com as informações da Sabesp fica patente que as ligações de água subiram 9% e as de esgoto apenas 3,7% entre 2012 e 2014.O que chama mais a atenção, e que em 2014, havia mais de 7 mil ligações a mais de água do que de esgoto e este número cresceu 20% no período.

2012
2013
2014
variação 2014/2012
variação 2014/2012
Ligações faturadas de água Unidade)
18.869
19.590
20.571
1.702
9,02%
Ligações faturadas de esgoto Unidade)
12.823
13.082
13.301
478
3,73%
Ligações faturadas de água + esgoto (Unidade)
31.692
32.672
33.872
2.180
6,88%
Diferença residencia com água e esgoto
6.046
6.508
7.270
1.224
20,24%

Claro que este aumento de ligaçoes também ajuda a empresa a aumentar seu faturamento e aumentar sua margem de lucro, que segundo nformações chegou a R$ 1,876 milhões ou 11,3% da sua receita líquida.
Receita  e Despesa de Exploração
2013
receita liquida
16.556
Despesa com exploração
14.679
Margem líquida
1.876
Nargem liquida/receita
11,33%


O contrato é por 30 anos, e se fizemos a conta em 30 anos de contrato a Sabesp tenderá a ganhar algo com  55 milhões de lucro. Isto também nos dá uma ideia de quanto ganharam no convênio anterior que vigorou até 2011, por mais de 30 anos. E fica mais patente ainda, a  gravidade do crime ambiental de jogar esgoto nos rios. 
Veja o link da lei de autorização do contrato programa:
Veja o link da prefeitura de São roque comemorando o contrato e a informação que se às claúsuas contratuais não fossem cumpridas haveria multa a Sabesp:
28/12/2011
› Administração Municipal festeja aprovação de convênio com a Sabesp
O Prefeito de São Roque, Efaneu Nolasco Godinho, festejou com toda a equipe do governo municipal a aprovação, na Câmara de Vereadores, do projeto de lei nº117-E de autoria do poder executivo para renovaçao do contrato da Prefeitura de São Roque com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – Sabesp, na tarde da última terça-feira, 27.
O projeto foi aprovado por seis votos a dois e prevê um investimento de mais de R$ 140 milhões ao longo do contrato. Sendo que R$ 70 milhões investidos até 2015, contemplando a construçao da nova estaçao de tratamento de efluentes no bairro do Guaçu.

Para o Assessor Consultor da Prefeitura, Dr. Júlio Meneguesso um dos responsáveis pelo contrato, a cidade deu um importante passo no seu desenvolvimento. “Foram mais de dois anos de conversas e de lutas para se consolidar um contrato de qualidade que privilegiasse toda a cidade e principalmente o desenvolvimento urbano que estamos vendo em São Roque”.

O contrato foi renovado por mais 30 anos, porém, uma emenda obriga que a cada quatro anos a empresa preste contas do que vem realizando junto a população em audiências públicas. De acordo com a emenda, tanto a administração municipal, quanto o poder legislativo e a comunidade poderão avaliar neste período se os serviços estão sendo executados a contento, assim como, se a empresa está cumprindo com o contrato, uma vez que se for constatado o não cumprimento das cláusulas a Sabesp fica sujeita ao pagamento de multas diárias.

Para o acompanhamento das atividades desenvolvidas no saneamento básico de São Roque será formada uma comissão especial de acompanhamento, com representantes dos poderes executivo e legislativo, integrantes dos diversos segmentos da socidade e um membro da Sabesp.
Para o superintendente regional da Sabesp, Mário Eduardo Pardini, o contrato vem de encontro com um projeto que a companhia tem para a cidade. “Sabiamos que nosso débito com São Roque era antigo e buscamos investir mais de 20 milhões nos últimos dois anos para que pudessemos oferecer um contrato com qualidade e que contribua com o desenvolvimento da cidade. Hoje já não temos mais falta de água em São Roque e agora com a sequência do nosso trabalho o futuro será ainda melhor”, afirma.
Para o Prefeito de São Roque, Efaneu Nolasco Godinho, a celebração do contrato é a continuidade de todo o projeto de mudança urbanistisca proposto por seu governo ao longo dos anos. “Fizemos uma projeção de desenvolvimento do município e hoje estamos cumprindo com essas metas e com certeza um contrato com uma empresa responsável trará benefícios aos nossos munícipes, era o que precisávamos”, finalizou o Prefeito.

Foto: Leonardo Filoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário